O número exato de vendas de 2011 ainda não está fechado, mas no último dia útil do ano já é possível apontar a classificação de cada modelo vendido no mercado nacional. Utilizando dados do ranking nacional da Fenabrave (a associação dos distribuidores de automóveis), atualizado diariamente, listamos os 15 modelos mais vendidos do ano, mesclando automóveis e comerciais leves -- atenção, os números são uma aproximação, já que a entidade só entrega seu balanço no dia 4 de janeiro, quando também haverá a definição do total de vendas do setor (e de qual será o novo patamar histórico), bem como a classificação de fabricantes, embora a Fiat, Volks e Chevrolet mantenham suas posições habituais.

Líder por mais um ano, o Volkswagen Gol era uma verdadeira barbada. Apesar de ter um concorrente de peso, no caso o Fiat Uno, o compacto VW vendeu até o momento 293.168 unidades, mantendo-se à frente do Uno (273.298) por pouco menos de 20 mil unidades. Ambos deram uma verdadeira goleada no terceiro colocado, o Chevrolet Celta, que emplacou 148.852.


Veja abaixo a lista dos 15 modelos mais vendidos em 2011 e o número de emplacamentos até o momento. Lembramos que os números ainda não são definitivos, mas dificilmente haverá mudanças significativas:

1º - Volkswagen Gol – 293.168
2º - Fiat Uno – 273.298
3º - Chevrolet Celta – 148.852
4º - Chevrolet Corsa Sedan/Classic – 125.638
5º - Fiat Strada – 118.530
6º - Fiat Palio – 105.623
7º - Volkswagen Fox – 102.750
8º - Fiat Siena – 90.090
9º - Volkswagen Voyage – 87.101
10º - Ford Fiesta – 86.120
11º - Renault Sandero – 81.570
12º - Chevrolet Agile – 73.216
13º - Volkswagen Saveiro – 71.135
14º - Ford Ka – 63.712
15º - Toyota Corolla – 53.067

Fonte: Uol

Patrocinador

AVitrine

 

AVitrine

Pesquisar

VENDO ESTE SITE POR R$ 5,000,00 COM 1 ANO DE HOSPEDAGEM GRATUITA

Interessados falar com  Carlos (17) 3521 2829 ou 981 069 762 (tim)

Dicas de Manutenção

Pneus

É importante fazer uma verificação semanal ou no máximo a cada 15 dias. Ao notar algum desgaste nos pneus será necessário fazer o alinhamento de direção e a verificação da cambagem, além do balanceamento das rodas. Se não for resolvido em tempo, o desgaste pode se acentuar rapidamente e também poderá afetar a dirigibilidade do veiculo.